segunda-feira, 10 de março de 2008

«Metáfora, mas pouco»

Partirei em breve
Irei pelos lugares todos
e mais alguns

Procurarei em toda a parte
em todos os rostos
e nenhuns

Permanecerei alerta
como um louco
que tem em si
uma alma, toda aberta

castigo de mim
que tenho uma vida inteira
para viver assim.

boomp3.com

(Shhh)

7 comentários:

un dress disse...

pouca metáfora sim...


e de mim


obrigada... :)





beijO

un dress disse...

volto!! :)

uma alma toda aberta...sim!!

que valem a pena as correntes

de ar!

verdades_e_poesia disse...

Un dress gostei dessa das correntes de ar :) Ah e não tens nada que 'obrigadar' ;) Beijinhos

Maria del Sol disse...

O povo é que custuma dizer que de génio e de louco todos temos um pouco, por isso de certeza que da tua procura há-de surgir algum encontro. :)

Beijinhos e bom fim-de-semana.

Incongruente disse...

Olá, quantas vezes nos sentimo assim?

mnemosyne disse...

Prefiro a loucura da alma nua...

Beijo

. disse...

E eu gostava de saber quantos poemas trancaste aí dentro durante o tempo em que fizeste pausa e te esqueceste desses caudais de letras que por ti navegam. Que desperdício! Ou estiveram a ganhar força dentro de ti? Gosto muito, sabes? E olha que eu sou bem esquisita. Luz