sábado, 20 de maio de 2006

«Gloriosos sentimentos!»

Ah gloriosos sentimentos!
O querer o desejar e o não ter
O querer o desejar e o perder…
A pena de afinal não saber o nosso rumo

O cabal sofrimento de ser o que não queremos ser
Tudo por uma questão de trapaças da vida
Que nos parece ser um rumo sem saída
E um sítio onde não nos podemos perder!

2 comentários:

c@r@nGo disse...

lindo,muito lindo.... amigo...escreve mais...gosto de te ler...

maria disse...

Lindo, mas triste...
bjs